Projecto de Investigação

AS REPRESENTAÇÕES PORTUGUESAS DA ÍNDIA: PODER E SABER NUM ORIENTALISMO PERIFÉRICO (SÉCULOS XIX E XX)

PROJECTO  DE INVESTIGAÇÃO EXPLORATÓRIA FINANCIADO PELA FUNDAÇÃO PARA A CIÊNCIA E A TECNOLOGIA DE PORTUGAL (IF/01452/2013)

Por Everton V. Machado

Duração: 2013-2018

O objectivo principal deste projecto (para além de trazer à luz criticamente a produção literária e científica sobre a Índia dos séculos XIX e XX) é determinar em que medida a acumulação portuguesa de saberes sobre o Oriente pode ser vinculada a estratégias de poder no contexto das relações entre Portugal e a Ásia.

Os resultados imediatos deste projecto compreendem:

1) mapeamento da produção literária e científica num período que se inicia por volta de 1825 – ano da publicação de Camões de Almeida Garret – e termina em 1961 com a anexação de Goa à União Indiana;

2) a publicação de uma obra monográfica sobre o Orientalismo Português;

3) a publicação de uma edição da narrativa de viagens de Tomás Ribeiro Jornadas, publicada em dois volumes no século XIX: Do Tejo ao Mandovy (1873) e Entre palmeiras – de Pangim a Salsete e Pondá (1874);

3) a publicação de uma antologia dos mais relevantes trabalhos do orientalista português Guilherme de Vasconcelos Abreu (1847-1907);

4) a publicação de uma obra monográfica sobre o “orientalismo interno” em Goa.

Research Project

THE PORTUGUESE REPRESENTATIONS OF INDIA: POWER AND KNOWLEDGE IN A PERIPHERAL ORIENTALISM (19TH-20TH)

EXPLORATORY RESEARCH PROJECT FUNDED BY THE FOUNDATION FOR SCIENCE AND TECHNOLOGY OF PORTUGAL (IF/01452/2013)

By Everton V. Machado

Duration: 2013-2018

The main goal of this project (besides critically bringing to light the literary and scientific production on India from the 19th and 20th centuries) is to determine the extent to which the Portuguese accumulation of knowledge on the Orient can be linked to strategies of power in the context of Portugal-Asia relations.

The immediate results of this project include:

1) the mapping of literary and scientific production beginning around 1825 – year in which Camões by Almeida Garret was published – and ends in 1961 with the annexation of Goa to the Indian Nation;

2) the publication of a monograph on Portuguese Orientalism;

3) the publication of an edition on Tomás Ribeiro’s Jornadas, a travel narrative, which was published in two volumes in the 19th century: Do Tejo ao Mandovy (1873) and Entre palmeiras - de Pangim a Salsete e Ponda (1874);

3) the publication of an anthology of the most relevant works from the Portuguese orientalist Guilherme de Vasconcelos Abreu (1847-1907);

4) the publication of a monograph on “orientalism from within” in Goa.